quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Canto Ancestral na Estrada

8 comentários:

  1. Fala caro amigo!
    Fico muito contente com esse teu novo "filho"!
    Me informa onde eu consigo 1 exemplar deste novo trabalho, pq tu sabe q aqui em minas do Leao as novidades demoram muito a chegar.
    Forte abraço e parabéns de novo por mais uma vitoria tua.

    Saludos

    Nico e Jaqui

    ResponderExcluir
  2. Lindo Trabalho Lisandro
    Que Deus te abençõe
    E sussesso hermano com esse grande trabalho na estrada
    Aqui em Uruguaiana ja ta bombiando
    Um forte abraço meu companheiro e continue assim mostrando pra toda gaúchada em versos a verdadeira linha campeira. ASS: Baldez

    ResponderExcluir
  3. to tentando descobrir como postar um comentário..che de Deus

    ResponderExcluir
  4. Buenas Lisandro!!

    Sou admirador do seu trabalho, mas aqui em Santa Catarina custa a chegar, quero conhecer esse novo o mais breve possivel, como conseguir o livro e o disco?
    Abraço, Thiago R.
    Balneário Camboriú - SC

    ResponderExcluir
  5. Tchê, que especial. Parabéns por mais este trabalho. Tiago Rodrigues.

    ResponderExcluir
  6. Márcia Rickes da Silveira12 de outubro de 2011 04:27

    Estou emocionada com tantas verdades, mas cada vez que ouço ou leio novamente o Canto Ancestral, me emociono. MUITO OBRIGADA LISANDRO POR ESTA ALMA ANTIGA QUE TENS E ESPALHAS POR AÍ!

    ResponderExcluir
  7. Lisandro,
    já li e ouvi o teu CANTO ANCESTRAL ,
    me encantei !
    Quando tiver a aportunidade,quero escutar ao vivo este teu lindo trabalho.
    E que sigas cantando, pela mesma razão que força o arroio a correr e o umbu a dar sombra e crescer.

    Um forte abraço ! Larissa .

    ResponderExcluir
  8. Lisandro,chegou ontem as minhas mãos este teu sensível, profundo e gigante trabalho. É um regalo inestimável para quem vive longe do pago e não passa um dia sequer sem sentir, como dor e orgulho, essa ausência. Quero te agradecer e dizer que tua poesia campeira e íntegra é um alimento da alma de tantos teatinos. Gracias, hermano!
    Marcos Vinícius (Rio de Janeiro - RJ)

    ResponderExcluir